De acordo com a Secretaria da Saúde do Paraná, até o último mês de setembro, 16 homens foram diagnosticados com câncer de mama no estado. Os tumores mamários entre os homens acontecem em menor escala, mas mesmo assim não dispensam atenção.


Entre 2014 e setembro deste ano, 137 homens receberam o diagnóstico no Paraná, contra 13.331 mulheres. Os resultados costumam variar entre 0,9% e 1,2% dos números absolutos de câncer de mama no Estado.


Como em outros tipos de câncer, quanto mais cedo houver um diagnóstico, maior a chance de cura. Tanto homens como mulheres devem se atentar a ocorrências na família.


De acordo com o DataSus, sistema de tecnologia da informação do Sistema Único de Saúde (SUS), de 2018 até agosto desse ano foram realizados 28.221 exames ou biópsias que diagnosticaram o câncer de mama tanto em mulheres como em homens no Brasil. Destes, 234 são casos masculinos. Homens com idade entre 55 os 59 anos são os mais atingidos pela doença, com 35 casos confirmados nessa faixa etária. Porém, também foram registrados casos entre jovens e idosos.


Os sintomas variam entre elevação ou inchaço, geralmente sem dor, pele ondulada ou enrugada e retratação no mamilo a vermelhidão ou descamação da pele da mama. Essas mudanças nem sempre podem ser causadas pelo câncer, mas a recomendação é de, ao menor sinal delas, procurar um especialista.


A incidência do câncer de mama nos homens ocorre normalmente cinco ou dez anos mais tarde do que nas mulheres, ou seja, entre os 60 e 65 anos. Porém, conforme a Secretaria da Saúde, historicamente a incidência de casos no Paraná acontece a partir dos 25 anos.


Diversos fatores contribuem para a incidência do câncer de mama em homens, entre eles herança genética. Além disso, o excesso de estrogênio (hormônio feminino utilizado majoritariamente em mulheres trans), obesidade, consumo de drogas lícitas e ilícitas.


Além desses fatores, há alterações genéticas como a síndrome de Klinefelter, que faz com que meninos nasçam como um cromossomo X a mais, ou a mutação no gene BRCa2, que tem a função de impedir o surgimento de tumores por meio da reparação das moléculas de DNA.


Fonte:Agência de notícias do Paraná 

Deixe seu Comentário